Windows Live Messenger + Facebook

quinta-feira, 31 de julho de 2014

VITÓRIA INCONSISTENTE DE UM TIME IRREGULAR



Bom dia caros Tricolores!! Geralmente deixo um crônica após as partidas de quarta feira, costumo pontuar os acontecimentos do primeiro e do segundo tempo. No final deixo um pouco da minha opinião de torcedor, o que me faz escrever de forma bem passional.
Hoje farei diferente. Não colocarei aqui tempo do gol, como a jogada foi criada e nem minha avaliação do que teve de bom ou de ruim.

Quero apenas compartilhar o sentimento que essa equipe me passa, a sensação clara de apatia e falta de "fome de bola". Após a copa, tivemos uma das melhores impressões do elenco, depois de uma vitória maiúscula contra o Bahia, mas logo na sequência duas derrotas deram o tom da sinfonia desafinada que Muricy rege, não o culpo pelo desempenho do time, não totalmente. Apenas não entendo o fato de não usar nenhuma das três substituições disponíveis. Não entendo a insistência com alguns jogadores, que já provaram que não tem condições técnicas de vestir nosso manto.

Sei que pareço chato ao criticar o time, ainda mais depois de vencer "fora" de casa, mas procuro ver além do jogo desta noite, penso nas próximas fases e nos adversários mais qualificados que teremos que enfrentar para levantar a taça. Muitos exaltam as contratações recentes, outros esperam que o time do papel ganhe vida e apareça dentro das quatro linhas, mas fica a pergunta: O que esse time vai produzir de resultados concretos?
Grandes nomes são importantes, mas não ganham jogos apenas por serem estrelas, é preciso confirmar isso dentro do campo. Fizemos um campeonato paulista aquém das expectativas, começamos bem o brasileiro e na Copa do Brasil apenas jogos para o gasto.

Talvez ai esteja o problema, mas não a solução! O que mais o torcedor aprecia é a vontade de vencer, mesmo na adversidade e na eminência de uma derrota. Nosso time é apático mesmo quando vence, não vibra mesmo quando domina e caminha quando deve correr.
Um velho conhecido dizia que as vezes era melhor uma derrota com  um ótimo futebol do que uma vitória sem apresentar nada. A vitória esconde muitos erros, no nosso caso não, vencemos e conseguimos apontar facilmente a calamidade que está o setor defensivo. A demora nos contra ataques e a posse de bola em alguns momentos inócua, deixam o time lento e o torcedor irritado.

Após essa síntese, encerro minhas linhas apenas com um pedido simples:
Que o torcedor apoie, incentive e continue a demonstrar o amor ao Mais Querido, embora eu saiba que essa crônica não chegará a eles, gostaria de pedir a alguns jogadores que demonstrem um pouco mais de respeito pelo escudo que carregam no peito. Para mim está muito claro, a acomodação é o pior inimigo de quem não já não é competente o bastante, e alguns vejo claramente agindo assim. Tenham vontade de realizar um bom futebol, correndo, lutando não apenas trocando passes de efeito. Assumam suas limitações e a subjuguem com determinação e garra, afinal jogar no  São Paulo é um privilégio.

Pro São Paulo FC Fiant Eximia

Concorda? Não? Deixe seu comentário de forma educada.
Twitter @AdrianoC80

Pitacos : Bragantino 1x2 São Paulo. Precisamos melhorar e muito!



  


  O Tricolor entrou em campo na noite de quarta-feira(30), para enfrentar equipe do Bragantino. O Mais Querido conseguiu a vitória pelo placar de 2x1 ( Gols: Luisinho (BRG); Bruno Recife contra e Alexandre Pato (SPO) ), não convenceu, pelo menos a quem vós escreve.

  Com um novo esquema, pelo menos foi o que parece, o velho 3-5-2, não que não seja bom, foi razoável. Mas precisa melhorar.


  Muricy continua mudando na equipe, insistente, contudo tem moral, tudo bem que hoje tivemos desfalques. Ademilson, Maicon, Paulo Miranda, e outros não podem jogar como titular, muito menos com a camisa do SPFC. 


  O time segue sem padrão tático. 

  Maicon o protegido ou algo do tipo, acerta diversos passes, de 5 metros, sempre voltando para trás, como naquelas brincadeiras de taco, o menino que não consegue ir para frente, só para trás. Mas, Muricy continua com ele.


 Rodrigo Caio de zagueiro é piada, de mau gosto. De volante, já não é tudo isso, e dizem que o Barcelona estava interessado, ALÔ AIDAR! Como sempre teve que cobrir os volantes e recebeu o seu cartão amarelo. Souza fez o de sempre, até foi bem, mas precisa melhorar um pouco. Maicon não marca, não ataca, não faz nada. Não é implicância, mas realidade.

  O São Paulo conseguiu marcar cedo, um gol contra. Sorte! Até dominou a partida no primeiro tempo, mas sem muito perigo, sem criatividade. Ganso e Pato até tentaram, mas em muitos momentos da partida, eles não aparecem. Ademilson e Maicon erraram tudo. 

  No segundo tempo o Tricolor jogou mal. 

  Os laterais pouco foram lembrados, a não ser no pênalti sofrido por Alvaro Pereira.
  
  O lance da partida. Rogério Ceni foi até a área do Bragantino para marcar seu gol de número 119, porém deixou a bola com Alexandre Pato em um belo gesto de capitão. O atacante marcou. Espero que consiga sequência. Por mais que não consiga mostrar um bom futebol, ele sem jogar é melhor que Ademilson. 
  
                                ( Foto/Reprodução : Gazeta Press)


  Luis Fabiano faz falta. Consigo reparar isso em algumas bolas na área, que volte logo.

  O que não poderia deixar de ressaltar é a defesa. Claro, sempre ela. Falhou. Nada anormal, pelo contrário, estava na cara que iria acontecer. O Bragantino chegava fácil, Maicon não marcava, sobrecarregava Souza. As laterias foram avenidas, e tudo isso somado a zagueiros fracos, diversos problemas e erros.

  A bola aérea assustou. Os zagueiros não ganharam nenhuma no alto. O Bragantino mandou uma na trave e quase no segundo tempo Luisinho marcou após cruzamento, mas logo depois o jogador iria fazer o primeiro e único de sua equipe no jogo. 

  Se a equipe do Interior fosse um pouco melhor, sairia com o empate ou até vitória de Ribeirão. A defesa do SP estava doida para entregar o ouro hoje. E entregou, pela esquerda de Alvaro saiu o gol, o jogador do Bragantino cruzou e Luisinho marcou. A defesa somente olhou, como sempre. Ceni nada pode fazer.

  A vitória é importante. O Tricolor vinha de duas derrotas e começava a preocupar. Alivia, mas não engana. Pelo menos aos torcedores. O Mais Querido precisa melhorar, em tudo. Da defesa irregular, ao meio sem criação e o ataque que não está tudo isso. Muricy precisa de trabalho meu filho. Acredito no treinador e no São Paulo.

  Sábado tem jogo, contra o Criciúma. Partida complicada, o time catarinense jogará fechado, assim como Chapecoense (0x2) e Goiás (2x1 ). O São Paulo enfrentou muitas dificuldades em armar contra equipes assim, tomará que melhore no fim de semana, pouco tempo para treinar. Veremos!

  Compareça ao Morumbi, 26 mil ingressos vendidos, compre o seu : www.totalacesso.com 

  Espero que gostem, sou meio corneta, porém realista. Comentem, estamos aqui para debater sobre o Tricolor.
  Saudações. Vamos, SÃO PAULO!

[SPFC24HTube ] : Gols Bragantino 1x2 São Paulo - Copa do Brasil 2014.

  


  [SPFC24HTube ] : Gols Bragantino 1x2 São Paulo - Copa do Brasil 2014.

  O Tricolor entrou em campo na noite de quarta-feira (31/07/2014), para medir forças contra a equipe do Bragantino. O Mais Querido saiu com os 3 pontos, na primeira partida da terceira fase, pela Copa do Brasil. 

  Gols: Luisinho (BRG); Bruno Recife contra e Alexandre Pato (SPO).

  Para conferir o vídeo, clique aqui.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Notas - Bragantino 1 x 2 São Paulo

Boa madrugada Soberanos (as).

Dupla precisa continuar com vontade de jogar. (Foto: saopaulofc.net)
Nesta quarta-feira (30) o São Paulo enfrentou o Bragantino em Ribeirão Preto, primeiro jogo da Terceira Fase da Copa do Brasil e venceu sem dificuldades.

Muricy Ramalho mudou o esquema para um 3-5-2, mas como de costume vimos um Tricolor Paulista muito cauteloso e lento, trocando passes entre os jogadores de defesa, as únicas diferenças foram visíveis com Ganso mais participativo, enquanto Pato se movimentava no ataque. E foi justamente Alexandre Pato que foi decisivo no primeiro gol do São Paulo, primeiro arriscou uma má finalização que gerou escanteio, cobrado pelo próprio Pato e resultou no gol contra de Bruno Recife.

Sem mudanças o São Paulo voltou para o segundo tempo com a marcha lenta, só após tomar uns sustos do adversário que buscou novamente criar oportunidades, o segundo gol só surgiu após cruzamento pela direita e Álvaro Pereira sofreu pênalti, Rogério Ceni deu a bola para Pato que converteu com firmeza.

Notas -

Rogério Ceni - Pouco apareceu na partida, cobrou uma falta sem perigo e deixou Pato cobrar a penalidade. 6.5

Paulo Miranda - Ressurgiu das cinzas novamente e deu muitos sustos na torcida Tricolor. 4.5

Rodrigo Caio - Foi o homem da sobra na zaga, mas foi melhor na saída de bola, quando levou o time para o ataque e se infiltrou na zaga adversário, precisa ter mais chances de volante, pois na zaga dá muitos botes errados e acaba recebendo cartão bobo. 6.0

Rafael Toloi - Também precisou ter momentos de "loucura" e saiu jogando, já que os volantes não faziam, foi firme na marcação. 6.0

Douglas - Mesmo com liberdade na ala direita, teve uma atuação apagada. 5.0

Souza - Primeiro tempo ruim, só visou tocar para trás, já na segunda etapa melhorou um pouco, pois começou a sair para o jogo e tentou entrar na área como elenco surpresa, falhou no gol do adversário. 5.0

Maicon - Volante são-paulino se movimentou bastante, mas assim como o Souza não visava se infiltrar na defesa, apenas se movimentava no setor defensivo do São Paulo, quando apareceu no ataque chutou fraco e para fora... 5.0

PH Ganso - Teve um bom primeiro tempo, onde chamou o jogo, deu bons passes e buscou lançamentos, ainda por cima quase marcou um golaço, em contrapartida cansou no segundo tempo. 6.5

Álvaro Pereira - Favorecido com o esquema de 3 zagueiros e com liberdade na ala esquerda, o uruguaio aproveitou e fez uma boa partida, marcou bem, criou jogadas perigosas e ainda sofreu pênalti. 7.0

Ademilson - Pior do São Paulo em campo, o "pequenino" simplesmente não produziu e quando tocava na bola logo perdia... 3.0

Alexandre Pato - Do setor ofensivo foi o jogador que mais se apresentou, buscou jogadas, tabelinhas, além de chutar ao gol e bater escanteios perigosos, um deles surgiu o gol e o segundo foi feito por ele de pênalti, esperamos que tenha uma boa sequência. 7.0

Muricy Ramalho - Finalmente mudou o esquema tático da equipe, mas ainda vimos um time lento na saída de bola, Douglas e volantes não buscam infiltrar a marcação adversário, apenas Álvaro tentou e deu certo, precisa continuar explorando o elenco, ainda queria ver chances para Hudson de volante, Luis Ricardo na ala direita e Pato de segundo atacante como atuou hoje, mas todos precisam de uma sequência. 6.0

Nota geral - Novamente enfrentamos um ferrolho, desta vez em Ribeirão Preto, a diferença foi a mudança tática feita por Muricy que deu resultado apenas para Álvaro Pereira e ajudou a movimentação de Ganso e Pato, mas o time continua lento... 5.5

Bola cheia -

Rogério Ceni - M1too pouco trabalhou na partida, mas é impressionante sua humildade de deixar o Pato bater o pênalti no seu lugar.


Pato - Atuação longe de ser brilhante, mas demonstrou interesse no jogo e foi decisivo.

Álvaro Pereira - Aproveitou a liberdade da ala esquerda e fez uma boa partida.   

Bola murcha -

Paulo Miranda - Até ontem estava machucado e ressurgiu para assustar nós, muita tranquilidade para pouco futebol.

Espaço - Não só Paulo Miranda, mas o sistema defensivo continua falhando, mesmo com três zagueiros e dois volantes, ainda sobram espaços para o adversário criar e causar perigo ao São Paulo.

Ademilson - Já depositei muito no garoto, mas completou 100 jogos com a camisa são-paulina e nunca engrena... 

Saída de bola - Continua com uma saída lenta, os volantes buscam ou até mesmo o Ganso, mas a bola sempre acaba voltando para os zagueiros ou Rogério Ceni, dando tempo para o adversário se recompor. 


Abraços
Fábio Martins

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More